domingo, 27 de julho de 2014

Igreja Universal esconde imagem de demônio em sua fachada

Baphomet, Bafomete ou ainda ( /ˈbæfɵmɛt/; do latim medieval Baphometh, baffometi, ocitano Bafomé) é um termo originalmente usado para descrever uma divindade supostamente adorada pelos Templários, e, posteriormente, incorporado em tradições místicas ocultas desiguais. 


Ele apareceu "Maomé",1 mas depois apareceu como um termo para um ídolo pagão em transcrições do julgamento da inquisição dos Cavaleiros Templários no início do século XIV.2 O nome apareceu pela primeira vez na consciência popular inglesa, no século XIX, com debates e especulações sobre as razões da supressão dos Templários. 

Muito embora várias tenham sido as suas supostas representações, a única possível imagem de Baphomet encontrada em um santuário templário consta de uma cabeça humana com três ou quatro faces, cada uma representando uma face de Deus ou de Hermes, como está no Convento de Cristo de Tomar. 



Na bruxaria representa o deus pan e no satanismo representa o diabo. sua origem porem é pagã sendo posteriormente adotado pelo satanismo. 


Os desenhos formados pelo vitral têm sido comparados também com o “olho que tudo vê”, símbolo muito usado na maçonaria. 



Muitas pessoas tem encarado a formação dessas supostas imagens como mensagens subliminares deixadas pela Igreja Universal. 


Essa Igreja tem o símbolo dos Iluminati. O olho que tudo vê. A fachada sendo a pirâmide e o coração no centro, “o olho” – afirma um dos comentários feitos no vídeo. 



Apesar dos muitos comentários afirmando que o vitral da igreja mostra símbolos ocultistas e até mesmo satânicos, outros afirmam se tratar apenas de coincidência e ilusão de ótica.

 

Um comentário: