quarta-feira, 14 de março de 2012

Cabeça de cão é mantida viva por máquina!


Em 1928, o médico Sergei Brukhonenko criou uma máquina que, exercendo as funções de coração e pulmão, mantinha viva a cabeça de um cachorro. Viva mesmo: a cabeça respondia a estímulos e até se alimentava (ou quase isso, já que a comida não tinha pra onde ir depois de engolida).

Nenhum comentário:

Postar um comentário